É tudo o que eu sei, por enquanto.

Às vezes tomamos emprestado o que jamais devolveremos.

Outras vezes, devolvemos aquilo que nunca tomamos ou possuímos.

E na maioria das vezes, não tomamos – nem por meio de empréstimos – porque pensamos que possuimos, aquilo que jamais tivemos.

Sergio Bonfim